Amiga Marta

Acredito que todos nós, ou pelo menos a maioria de nós conhecemos a historia de Marta e Maria que tiveram o privilegio de receber o senhor Jesus em sua casa, Maria aproveitou cada momento se mantendo  próxima de Jesus atenta aos seus ensinamentos, enquanto Marta estava ocupada demais com os preparativos, que acabou não dando a devida atenção ao Senhor Jesus.

Hoje lendo um pouco sobre Marta logo me veio a mente a amiga Marta. Aquela amiga que está sempre ocupada, preocupada em fazer isso ou aquilo e nunca tem tempo para você. Você á ama muito, mas vocês só se encontram rapidamente nos corredores, ou em alguma reunião e nesse tempinho mal cabe um abraço. Bom, já ouviu dizer que quem muito se ausenta deixa de fazer falta? Eu tenho mais a dizer, a Marta está tão preocupada em fazer muitas coisas, que deixa de ser, de ser; agradável, presente, disponível, convidada e o pior quando não houver mas o que fazer, quando o trabalho acabar, ela não é mais nada, deixa de ser necessária.

Eu não estou dizendo que você deve deixar os seus afazeres de lado para ficar de papo com as suas amigas, de jeito nenhum! O que quero dizer é que há tempo para tudo, e quem está muito preocupada em fazer deixa de ser, faça uma autoanalise e veja se você tem tirado tempo para as pessoas que são realmente importantes na sua vida e você verá que é imensamente proveitoso.

E Ah!!… Uma Marta é provavelmente uma mulher desorganizada, porque por mais que você tenha muitos afazeres se souber administrar o seu tempo, se você é disciplinada encontrará tempo para tudo.

Anúncios

A Alegria do Senhor – parte 1

Eu estava ouvindo esta música do Marcelo Nascimento e me lembrei de algo que me fez pensar. Há mais ou menos sete anos atrás quando eu era do P.A e tínhamos tarefas a serem cumpridas toda semana nós (Dé, Ray e eu) cumpríamos nossas tarefas com muito amor e dedicação. Numa dessas semanas resolvemos fazer a “coreografia” de uma música – no caso “A Alegria do Senhor”. E no fim de bastante trabalho nós enfim apresentamos; o que aconteceu? algumas pessoas riram, elas podem não ter apontado ou dado gargalhadas, mas riram, depois certo rapaz que era novo e estava apenas visitando nos perguntou em tom de deboche se era “aquilo” que tínhamos para apresentar. Nós três ficamos muito chateadas, nos sentíamos injustiçadas!

Éramos meninas aplicadas estávamos sempre evangelizando, levamos todos os nossos primos, líamos livros que falassem de Deus e do Espírito Santo, eu lembro que passávamos a tarde fazendo convites coloridos com um docinho colado em forma de coração, orávamos juntas, íamos cantando até a IURD e voltávamos felizes. Mas por que isso nos aconteceu, por que não fomos honradas com a nossa coreografia?

Bom, mesmo depois de passar dias e dias ensaiando, de ter orado á Deus dizendo que queríamos honrá-Lo, de ouvir a música inúmeras vezes não tínhamos entendido o real sentido do que ela dizia, não vivíamos aquilo, a música diz; ‘ A Alegria do senhor é nossa força’ podíamos cantar e dançar repetindo essa frase, mas não era o que estava em nosso coração, creio que se tivéssemos nos concentrado nisso saberíamos que Deus tinha se alegrado ao ver o nosso esforço e dedicação e isso nos bastaria. Outro trecho da música diz; ‘ Vou olhando pra Jesus’ um dos motivos que não nos deixou perceber ou nos concentrar na Alegria do Senhor, foi porque os nossos olhos não estavam voltados para Deus e sim para o homem, para a recompensa. Pela nossa conduta nós tínhamos todo o direito de sermos honradas, mas os nossos olhos e coração estavam na direção errada.

 
Mas não acaba por aí.

Continua…

 

caminhado na Escuridão

Houve um momento em minha vida em que eu estava andando em total obediência, buscava a Deus com todas as minhas forças, Ele era o primeiro, eu estava totalmente entregue. Até que me vi na escuridão, não importava em que direção eu olhasse eu não via uma luz, nem uma nesga. Eu me perguntava; meu Deus por quê? Eu tenho andado em obediência, tenho sacrificado a minha própria vontade, e não há nada que possa me acusar, então por quê?

Bom, aqui vai à resposta Oswald Chambers disse: “temos de entender que a escuridão mencionada pelo Senhor não é a escuridão causada pelo pecado ou desobediência, mas sim a escuridão causada pelo excesso de luz… Tais momentos de escuridão ocorrem como disciplina para o caráter e como meio de se obter um conhecimento mais pleno do Senhor”. Quando li isso entendi que a escuridão em que eu estava era para possibilitar que a luz que estava em mim brilhasse.

Eu procurei a luz por todos os lados quando na verdade a luz estava dentro de mim. Achei que Deus tinha me abandonado quando ele estava dentro de mim. Ele possibilitou que tudo aquilo acontecesse para me mostrar, o quanto eu podia confiar nEle.

Se você tem andado em obediência e fidelidade, mas se encontra na escuridão fique sabendo que Deus está ao seu lado, ou melhor, Jesus é a luz que esta dentro de você. Deus espera que você confie nEle acima de tudo, que confie que Ele esta do seu lado, e está!! A mão dEle esta estendida esperando pela sua. Se volte para Deus e você se sentirá, amada, confortada, fortalecida e protegida.

Mesmo em momentos de dor e profunda escuridão, quando tudo parece perdido, Deus está ao seu lado e não te desamparará você só precisa confiar.